Casa de quatro cômodos

Casa de quatro cômodos

As pessoas procuram pensar sobre qual é o seu propósito na vida e percebem no decorrer do caminho que a luta para alcançar seus objetivos é grande, necessitando um alto desempenho em algumas áreas da vida.

Torna-se imprescindível que essas pessoas tenham clareza da importância de estarem fisicamente energizadas, emocionalmente conectadas, mentalmente concentradas e espiritualmente alinhadas com um objetivo maior do que os seus interesses imediatos.

Sempre que trabalhamos essas quatro áreas (física, emocional, mental e espiritual) conseguimos manter um equilíbrio na vida focando em algo maior, encontrando por consequência a felicidade e paz.

“Existe uma crença hindu em que cada pessoa vive em uma casa de quatro cômodos: um físico, um mental, um emocional e um espiritual. A maioria de nós tende a viver em um dos cômodos a maior parte do tempo, mas a menos que entremos em todos os cômodos todos os dias, mesmo que somente para mantê-los arejados, nós não estaremos completos.” Rumer Godden.

Mesmo que a palavra gratidão tenha virado moda e se espalhado por aí, o sentimento de ser grato não se propagou. Gratidão não combina com reclamação. Quem coloca hashtag gratidão nas redes sociais e reclama de ir trabalhar na segunda-feira não é verdadeiramente grato. Ser grato produz uma energia boa evitando sentimentos negativos, como o ressentimento, por exemplo.

Grande parte das pessoas que ficam doentes é devido aos pensamentos negativos produzidos. A depressão, a baixa autoestima são questões que têm tudo a ver com isso. Não odeie as pessoas, mesmo que você saiba que tem razão. Ao produzir sentimentos negativos, a sua formação química reage contra você mesmo.

Amar as pessoas fará bem para você mesmo e para elas. Não é necessário você sair por aí falando a palavra gratidão, apenas sinta-se grato pelas coisas, acontecimentos e pessoas que estão na sua vida. A energia do bem tomará conta da sua vida.

Algumas pessoas possuem um caderno da gratidão onde escrevem diariamente dez coisas pelas quais são gratas naquele dia, assim começam a perceber o quão abençoadas são. Quem não tem esse hábito de escrever deveria pelo menos agradecer em pensamento, por tudo o que aconteceu durante o dia. Esse pequeno gesto nos faz perceber que temos pouco para reclamar.

E quando você puder auxiliar alguém, sinta-se privilegiado, pois ser ajudado é bom, mas ajudar é melhor ainda. Mas se você está esperando que a pessoa lhe agradeça, você não ajudou, somente negociou. Não espere retorno, apenas fique feliz porque você tem de sobra.

“A gratidão é a virtude das almas nobres.” Esopo