EXTINUNIÃO: você sabe quais as classes de incêndio e qual extintor é mais indicado para cada situação?

EXTINUNIÃO: você sabe quais as classes de incêndio e qual extintor é mais indicado para cada situação?

A EXTINUNIÃO fica na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, 1051, no Bairro São Bernardo, em União da Vitória. Telefone: 42 3522-5381

Um incêndio pode ser causado por diversos materiais diferentes e cada incêndio tem sua classe. Vamos descobrir agora quais as classes de incêndio e os respectivos extintores indicados para cada classe.

Os incêndios de Classe A são ocasionados por materiais sólidos como papéis, madeira e demais sólidos em geral. A característica desse fogo é deixar resíduos, no caso, carvão e cinzas. Os extintores indicados para esse tipo de incêndio são:

  • Extintor com carga de água: esse extintor é composto nada mais, nada menos que por água pressurizada (AP). Esse extintor age por resfriamento e abafamento, devido a sua capacidade de vaporização.
  • Extintor com carga de pó químico ABC: Sua base química é monofosfato de amônia, que como contato com o calor, derrete e adere à superfície dos materiais tipo A, impedindo a propagação da chama. Esse mesmo extintor controla incêndios da classe B e C.
  • Extintor de espuma mecânica: É constituído por um tipo de detergente concentrado denominado LGE. Quando se mistura com a água e ar, produz a espuma, a qual forma uma película que abafa e resfria o fogo. Além da classe A é indicado para incêndio classe B.

Os incêndios de Classe B são causados por materiais líquidos e gases inflamáveis ou sólidos que se tornam líquidos, como gasolina, tintas, graxas, etc. Os extintores indicados para esse tipo de incêndio são:

  • Extintor com carga de pó químico BC água: É composto principalmente por bicarbonato de sódio que age de forma rápida resfriando o calor e interrompendo a reação de combustão. Indicado também para incêndio classe C.
  • Extintor com carga de pó químico ABC: Sua base química é monofosfato de amônia. No incêndio classe B, abafa a reação em cadeia e controla o fogo. Esse mesmo extintor controla incêndios da classe A e C.
  • Extintor de espuma mecânica: É constituído por um tipo de detergente concentrado denominado LGE. Quando se mistura com a água e ar, produz a espuma, a qual forma uma película que abafa e resfria o fogo. Por tal razão, é mais indicado em incêndio do tipo B, devido ao efeito “manta”. Pode ser utilizado também para combater incêndio da classe A
  • Extintor com carga de dióxido de carbono (CO2): A ação do dióxido de carbono é através do abafamento seguido do resfriamento. Sua maior vantagem é não conduzir eletricidade, logo, além de ser indicado em líquidos e gases inflamáveis, é ideal para equipamentos energizados, classe C.

Os incêndios de Classe C são os de classificação quando há equipamentos elétricos ou que estejam energizados, exemplos: geradores, computadores, casa de força. Os extintores indicados para esse tipo de incêndio são:

  • Extintor com carga de pó químico BC água: É composto principalmente por bicarbonato de sódio que age de forma rápida resfriando o calor e interrompendo a reação de combustão. Por ser um material que não conduz eletricidade é utilizado em incêndio classe C. Indicado também em chamas classe B.
  • Extintor com carga de pó químico ABC: Sua base química é monofosfato de amônia. No incêndio classe C, assim como o extintor de carga BC, é utilizado por não conduzir corrente elétrica. Esse mesmo extintor controla incêndios da classe A e B.
  • Extintor com carga de dióxido de carbono (CO2): A ação do dióxido de carbono é através do abafamento seguido do resfriamento. Sua maior vantagem é não conduzir eletricidade, assim, ideal para a classe C.

Veja Também