Pesca do Lambari pode ser liberada no período de defeso

Pesca do Lambari pode ser liberada no período de defeso

O prefeito da cidade de Porto União, Eliseu Mibach, viajou para Brasília para tratar de diversos assuntos e, entre eles, estava relacionado a proibição da pesca do lambari na época do defeso. Porto União tem no seu turismo rural uma das atividades mais representativas as pousadas em Santa Cruz do Timbó e em São Pedro do Timbó que difundem a pesca do lambari. Durante o período do defeso instituído por uma instrução normativa do IBAMA, o período entre primeiro de novembro e 21 de fevereiro para os peixes nativos da nossa região como lambari, bagre, curimbatá, jaú e pintado a pesca é proibida sendo fiscalizada de perto.

Entretanto, segundo um estudo apresentado pela Universidade Federal de Santa Catarina, o lambari se reproduz durante o ano todo não sendo necessária sua proteção na época do defeso. Esse estudo foi apresentado pelos Deputados Federais José Mario Schreiner e Darci de Matos, em conjunto com o prefeito Eliseu Mibach, vereador Luiz Alberto Pasqualin e os vereadores de Irineópolis, na Secretaria Especial das Perca no Ministério da Agricultura.

A solicitação foi para que a normativa seja revista haja vista que o turismo é seriamente comprometido nos meses de maior procura e, segundo o estudo, a proibição é equivocada. O próximo passo é a consulta pública e se tudo correr conforme o esperado, dentro de pouco tempo as pousadas poderão continuar a exercer a atividade principal de pesca sem oferecer risco à espécie tão apreciada na culinária que é o lambari.