Casas de Integrantes de facção criminosa de União da Vitória e General Carneiro são alvos de operação

As casas de três integrantes de uma facção criminosa, sendo dois de União da Vitória e um da cidade de General Carneiro, foram alvos de uma operação desencadeada durante a manhã desta quinta-feira, dia 26 de setembro.

A operação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, em conjunto com o Batalhão de Operações Especiais, o Batalhão de Choque da Polícia Militar do Paraná e o Serviço de Operações Especiais do Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen) e é denominada “En Passant”.

De acordo com informações, a operação visa apurar a atuação de uma organização criminosa em presídios do Paraná. É investigado o envolvimento de integrantes da facção criminosa no tráfico de drogas, comércio e posse de armas ilegais, sequestros e cárcere privado de pessoas, bem como a participação em homicídios de presos ou desafetos da organização.

As investigações foram iniciadas há sete meses e nesta quinta-feira, foram cumpridos 18 mandados de prisão preventiva e 13 mandados de busca e apreensão, sendo seis nos presídios de Piraquara e Londrina e sete em residências dos investigados.

Entre os mandados de busca a apreensão em residências está às casas de três homens que seriam integrantes da facção criminosa. Dois deles identificados pelas iniciais “J. S.” e “J. P.” moradores de União da Vitória e que já se encontravam detidos na 4ª SDP, e o terceiro identificado pelas iniciais “M. P.”, que reside em General Carneiro e foi preso durante a operação com porções de cocaína.