Família de União da Vitória descobre que corpo de ente querido que morreu em Curitiba foi trocado

Uma situação chocante foi registrada neste final de semana na cidade de União da Vitória. Por muito pouco, uma família do Distrito de São Cristóvão não sepultou o corpo de outra pessoa acreditando ser de um ente querido.

A história revoltante envolveu um hospital da cidade de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba. O hospital teria comunicado sobre a morte um homem de 40 anos, o qual faleceu na última sexta-feira, dia 26, após ter ficado internado por vários dias na unidade hospitalar, depois de ter sofrido um acidente, segundo informações.

Após informar sobre a morte, familiares buscaram os serviços de uma funerária para fazer o traslado do corpo que seria velado e sepultado as 10 horas da manhã deste domingo, dia 28, no cemitério de São Cristóvão, em União da Vitória. Segundo informações, na unidade hospitalar, a funerária teve que retirar o corpo já dentro do caixão que estava fechado, certamente por procedimentos padrões devido a pandemia, trazendo o mesmo para União da Vitória.

Acontece que ao chegar no Vale do Iguaçu, a família soube do fato triste. O hospital entrou em contato informando que o corpo que estava no caixão não era do familiar e que devia ocorrer a troca. Depois de todo esse procedimento, a situação foi resolvida e a princípio, não teve velório, apenas uma pequena cerimônia para familiares e em seguida ocorreu o enterro. A reportagem do Canal 4 TV web entrou em contado com a funerária que fez o translado do corpo, via aplicativo de mensagem Whatsapp, a qual confirmou os fatos.